SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA DE CAJUEIRO - ALAGOAS

           O sistema de esgotamento sanitário do município de Cajueiro/AL foi inaugurado em 2003, com a locação de um tratamento de lagoas de estabilização, anaeróbia e facultativa. A obra surgiu do Convênio nº 66 (2001) entre a Secretaria Estadual de Infraestrutura (SEINFRA-AL) e Fundação Nacional de Saúde (FUNASA-AL). O aporte de recursos foi proveniente do Governo Federal e contemplou não só o nosso Município, como também todos aqueles que fazem parte do CELMM (Complexo Estuarino Lagunar Mundaú-Manguaba).

           O projeto técnico do sistema referia-se a toda sede municipal de Cajueiro, porém o plano de trabalho proposto pela SEINFRA/AL contemplava apenas parte da sede municipal. Sendo assim, a obra foi parcialmente executada, atendendo apenas à cerca de X% da população. Das 04 (quatro) lagoas previstas em projeto, apenas duas foram implantadas. Os interceptores, dispositivos de inspeção e redes coletoras também foram em parte locados. O atual sistema também conta também com uma estação elevatória, com dois conjuntos motor-bomba de 50 cv trabalhando em regime de alternância para vencer o desnível topográfico entre o ponto de coleta e destinação final.

           O município de Cajueiro foi emancipado em 1958 e, anteriormente a locação do sistema parcial de esgotamento sanitário do município, todo descarte final de efluente era feito à base de fossa séptica e sumidouro. Grande parte da cidade ainda conserva esse tipo de sistema por estar desprovida de rede coletora, mas além da parte baixa da cidade que foi contemplada com o sistema de lagoas, alguns outros bairros dispõem de rede coletora e estações de tratamento de pequeno porte. São essas Rua Nova I, Rua Nova II, Isaura Toledo, Palmery I e Palmery II.

           As estações de tratamento de esgoto (ETE) Rua Nova I e Rua Nova II se complementam, tratando todo o quantitativo de efluentes gerados naquela localidade. O sistema é simplificado, formado por um poço de visita, tratamento secundário e terciário, descartando o efluente tratado em um córrego afluente do Riacho Itapicuru.

           A ETE Isaura Toledo é do tipo reator UASB com desinfecção ultravioleta. Esse tipo de sistema tem desempenho controlado a partir de parâmetros como taxa filtração, vazão, velocidade ascencional como também o controle de níveis de lodo. O efluente final é descartado em um córrego receptor, afluente do Riacho Itapicuru.

           As ETEs Palmery I e Palmery II recebem todo esgoto produzido nesses conjuntos habitacionais. Para o Palmery I, os efluentes são parcialmente coletados para uma estação elevatória, onde são bombeados para o sistema de tratamento. Simultaneamente, a outra parte dos efluentes é conduzida por gravidade através de redes coletoras ao mesmo sistema de tratamento. O tratamento é do tipo tanque séptico (2 unidades) e filtro anaeróbio (2 unidades). Simples, porém de baixo custo e boa eficiência, descartando o efluente final diretamente no Rio Paraíba.

           Similarmente, o tratamento de efluentes para o Conjunto Palmery II segue o mesmo modelo. A diferença é que o sistema é 100% aduzido por gravidade e que dispõe apenas de um tanque séptico e um filtro anaeróbio, despejando o efluente tratado no mesmo corpo receptor usado pela ETE Isaura Toledo.

           O atual corpo técnico do SAAE tem ido mais adiante. Participando da última Portaria FUNASA a respeito do aporte de recursos e capacitações para elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), publicada em Agosto de 2017, o SAAE como órgão representante do setor de abastecimento de água e esgotamento sanitário de Cajueiro, conseguiu a classificação do município no processo seletivo a nível estadual e em breve deverá receber subsídios que fundamentem a implantação do novo sistema de saneamento básico.

           Paralelamente, pesquisas sobre eficiência e ampliação do sistema já vem sendo desenvolvidas em parceria com Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Tudo isso para fazer avançar ainda mais o saneamento básico municipal, que está diretamente relacionado com a saúde pública e do meio ambiente.

           Em nome todo corpo de servidores, asseguro que seguiremos em busca de melhorias em nossos serviços, uma vez que alcançar a satisfação dos nossos consumidores por meio da prestação de um serviço de qualidade é o maior legado a ser deixado.

Serviço Autônomo de Água e Esgoto - SAAE

CNPJ: 12.423.810/0001-30

RUA MANOEL TEIXEIRA DE FARIAS COSTA, s/n, COHAB

Cajueiro-AL, 57770-00

SAC WHATSAPP (82) 99655-3322

 

SAC TELEFONE (82) 3284-1266

Envie-nos uma mensagem

Siga-nos em nossas redes sociais!

SAAE CAJUEIRO - © Todos os direitos reservados - 2020

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram